DESTAQUES

Histórias de sucesso do nosso movimento global de milhões de pessoas.

AVAAZ
A Avaaz está fechando a brecha entre o mundo em que vivemos e o mundo que queremos, uma campanha de cada vez.

Justiça para todos

Pare os assentamentos

map

  • Março de 2010
  • Ações midiáticas poderosas

Novas vozes

Novas vozes

Outdoors em Jerusalém

map

  • Junho de 2008
  • 500.000 assinaturas na petição
Membros da Avaaz também financiaram uma inovadora campanha de outdoors em Jerusalém e anúncios de jornais nos maiores jornais de Israel e Palestina, assinaram mais de 375.000 nomes em petições pedindo diálogos de paz, fim do bloqueio à ajuda humanitário para a Faixa de Gaza, e um cessar-fogo com o Hamas. Essas petições foram entregues diretamente a tomadores de decisões chaves em Israel e pelo mundo todo. Em maio e junho, membros da Avaaz financiaram uma das principais campanhas de publicidade online e offline, que foi vista por aproximadamente 1 milhão de Israelenses, pedindo por um cessar-fogo em Gaza. Hamas e Israel começaram um cessar-fogo na Faixa de Gaza em 19 de junho de 2008.

Inovação do movimento

Inovação do movimento

Iraque

map

  • Janeiro de 2007
  • 87.000 ativistas virtuais
A primeira campanha da Avaaz trouxe bandeiras e grandes banners representando 87.000 “marchadores virtuais” para um protesto pacífico em Washington, DC, contra a escalada das tropas dos Estados Unidos no Iraque. A Avaaz também colocou uma publicidade de página inteira no jornal Congressional de Washington se opondo a escalada. Consultando membros locais e peritos internacionais, desenvolvemos um “Novo” plano para o fim da guerra: Negociações entre as partes interessadas, mediadas por agentes internacionais habilitados como a ONU e uma completa e responsável retirada das tropas americanas em um cronograma que coincidem com os desejos do povo iraquiano. O Novo plano, endossado por 150.000 pessoas de todo o mundo, em resposta a um email de um membro Iraquiano da Avaaz, foi entregue a líderes Iraquianos chaves, regionais e internacionais, no encontro de Sharm El-Sheikh em maio de 2007. A Avaaz também trabalhou com parlamentares Sunitas, Xiitas e Curdos para criar uma campanha internacional apoiando o direito do povo iraquiano determinar o futuro de suas reservas de petróleo -- ao invés de aceitar as regras impostas por governos estranjeiros e de corporações.

Pressão política dinâmica

Pressão política dinâmica

Banindo Bombas Cluster

map

  • Novembro de 2008
  • Mais de 200.000 mensagens enviadas
Enquanto líderes mundiais se encontravam em Dublin, Irlanda, para as negociações finais da proibição internacional das bombas cluster (conhecidas também como bombas de rácimo ou fragmentação), o sobrevivente de uma bomba cluster Branislav Kapetanovic enviou um vídeo apelando para os membros da Avaaz e 164,272 responderam enviando mensagens de email para lideres de governo demandando uma proibição forte, livre de lacunas ou atrasos. O Governo da Finlândia, que se opunha à uma proibição completa, recebeu 50.000 mensagens de membros da Avaaz -- ganhando a atenção da imprensa internacional (clique para ver a matéira 1 e 2). Quando mais de 100 nações assinaram pedindo um tratado forte, os grupos presentes no encontro disseram que a participação dos membros da Avaaz havia influenciado a decisão -- e que os governantes ficaram surpreendidos com o clamor dos cidadãos. Agora, a campanha para ampliar e ratificar o tratado continua