O Poder das Pessoas vs Indústrias Petrolíferas

Para todos os membros da Assembleia Nacional da Nigéria:

Como cidadãos globais, nós pedimos que vocês imponham a multa de 5 bilhões de dólares à Shell para financiar as operações de limpeza e danos das pessoas afetadas pelo derramamento de óleo de 2011, em Bonga. Pedimos a vocês para acabar com a impunidade endossando a emenda NOSDRA que mantém poluidores responsáveis ​​com penas claras, e apoia o projeto de lei da Indústria do Petróleo com transparência, prestação de contas e disposições ambientais para a reforma do setor de petróleo da Nigéria.
 
Você já é um apoiador da Avaaz? só precisa preencher seu email e clicar "Enviar"
Primeira vez aqui? Por favor preencha o formulário.
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e lhe manter atualizado sobre essa e outras campanhas semelhantes.

Postado:  16 novembro 2012
Em poucos dias, o parlamento da Nigéria pode aprovar uma multa de 5 bilhões de dólares para a gigante poluidora Shell por conta de um derramamento de óleo que devastou a vida de milhões de pessoas, e aprovar uma lei para responsabilizar empresas petrolíferas por poluição e pilhagem. Esse é um momento crítico, e a menos que nos pronunciemos a respeito, as gigantes petrolíferas vão destruir essa oportunidade.

Finalmente a indústria de petróleo terá que pagar por destruir terras férteis e gerar violência. O presidente Goodluck Jonathan apoia a aplicação dessa multa, e senadores progressistas estão fazendo pressão por regulamentações rígidas na legislação, mas as indústrias petolíferas poderão escapar facilmente, pois sem um grande apoio internacional, os parlamentares poderão se curvar diante da pressão da indústria de petróleo.

Os políticos estão decidindo, neste exato momento, de que lado vão ficar. Assine esta petição urgente para o parlamento nigeriano multar a Shell e apoiar o projeto de lei e, em seguida, encaminhe esse email para todos. Quando chegarmos a 1 milhão de assinaturas levaremos nosso clamor global sem precedentes para a porta de entrada do parlamento da Nigéria.

Avise Seus Amigos

Clique para copiar: