Salve o melhor banco do mundo

Para a Primeira Ministra de Bangladesh, Sheikh Hasina:

Ao longo das últimas três décadas, o Banco Grameen empoderou milhões de mulheres e famílias em Bangladesh para quebrar o ciclo da pobreza e inspirou uma revolução nas microfinanças no mundo inteiro. V. Ex.ª tem o poder de manter viva esta esperança. Como cidadãos globais, nós pedimos que a senhora pare com o assédio do governo sobre o Banco Grameen, começando com a inversão da emenda da Portaria do Banco Grameen que permite que o governo ignore o conselho de pessoas eleitas e aponte quem dirige o Banco.
 
Você já é um apoiador da Avaaz? só precisa preencher seu email e clicar "Enviar"
Primeira vez aqui? Por favor preencha o formulário.
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e lhe manter atualizado sobre essa e outras campanhas semelhantes.

Postado:  7 outubro 2012
Uma poderosa mulher está ameaçando o futuro de milhões de outras mulheres. Mas se juntos fizermos uma forte pressão neste exato momento, poderemos salvar o banco popular que serve de inspiração ao mundo.

O Banco Grameen abriu as portas para que milhões de mulheres saíssem da pobreza por meio de pequenos empréstimos para compra de animais ou equipamentos que seriam usados como pontos de partida pra que elas ganhassem seu próprio dinheiro. Mas a invejosa primeira-ministra de Bangladesh, Sheikh Hasina, demitiu o fundador do Banco Grameen, o ganhador do prêmio Nobel Muhammad Yunus, e agora quer tomar o controle do banco, tudo para silenciar um rival político. Esta reviravolta pode acabar com o Grameen e destruir a esperança de milhões de pessoas.

Hasina se envolveu em uma série de escândalos em seu país – se além disso houver uma reação negativa da opinião pública mundial em sua lista de preocupações, poderemos forçá-la a voltar atrás em sua decisão. Quando 1 milhão de vozes se unirem em uma petição, a Avaaz dará início a uma ação de mídia em Bangladesh e ao redor do mundo, criando constrangimento para Hasina até que ela pare com esses ataques vingativos. Assine a urgente petição agora.
Clique para copiar: