Rússia: Impeça os Hospitais de Horror da Síria

Aos líderes da Turquia, Alemanha e à Liga Árabe:

Enquanto cidadãos preocupados do mundo, clamamos aos senhores que usem todas as maneiras pacíficas para pressionar o regime sírio para acabar com a carnificina e permitir uma transição rápida para a democracia. Urgimos aos senhores que guiem a pressão internacional sobre a Rússia para cessar o seu apoio ao regime atual e ao suprimento de armamentos russos, que estão sendo usados para matar manifestantes pacíficos e trabalhadores humanitários.
 
Já participa da Avaaz? Basta digitar seu email:
Primeira vez? Por favor preencha o formulário:
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e manter você informado sobre esta e outras campanhas semelhantes.

Postado:  17 outubro 2011
O regime sírio chegou em seu nível mais baixo -- seus esquadrões de morte estão usando ambulâncias e hospitais para atrair e matar manifestantes feridos. Mas a Rússia, apoiador-chave e fornecedor de armas da Síria, pode dar fim à essa carnificina.

Há dois governos que podem influenciar a Rússia -- Turquia e Alemanha -- ambos apoiam os manifestantes pró-democracia sírios e têm laços fortes com a Rússia. Se clamarmos a eles para agirem agora, esses países podem usar sua influência para criar uma pressão regional e forçar o Primeiro Ministro russo Medvedev a parar o fortalecimento deste regime brutal e ajudar uma ação global urgente.

Os hospitais de horror da Síria são os mais recentes em uma série de crimes indescritíveis contra os manifestantes pacíficos. Até agora, a Rússia enfrentou pouca condenação pela sua cumplicidade com essas atrocidades, mas podemos mudar isso. Vamos criar uma petição massiva para Merkel e Erdogan se pronunciarem e trabalharem com a Liga Árabe para impedir a brutalidade. Assine agora, e compartilhe com todos -- essa petição será entregue para os ministros de Relações Internacionais da Turquia e Alemanha nesta semana.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: