Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Vitória
Esta petição foi encerrada
Objetivo alcançado!

Objetivo alcançado!

Vitória
Esta petição foi encerrada
473 assinaram. Vamos chegar a   500
473 Apoiadores

Anaiza G.
começou essa petição para
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI para manter a missão do IBICT conectada com o social.

Chegamos à marca de 511 assinaturas. Um indicativo claro de que a missão do IBICT é importante para o fortalecimento da Sociedade da Informação no Brasil. Agradecemos a participação de todos que contribuíram para o sucesso desta petição.


O IBICT tem história. Ele nasceu na mesma década em que Chateaubriand inaugurava a TV Tupi no Brasil. O país vivia os anos dourados do JK - Brasilia estava sendo inaugurada. O rádio era o principal meio de comunicação e o Oscarito fazia sucesso no cinema. O mimeógrafo era o grande instrumento de reprodução do conhecimento nas universidades.
O IBICT atravessou esses 60 anos enfrentando o desafio das mudanças sociais, culturais, políticas e tecnológicas. Dirigentes e servidores do instituto trabalharam e trabalham com honra e dignidade diante de cada nova transformação e de cada novo capítulo tecnológico. E sempre foi assim. O mundo não parou de mudar. O Brasil não parou de mudar. E o IBICT também acompanhou as mudanças e ajudou a empurrar o progresso desta nação.
Criou as primeiras bibliografias especializadas. Implantou a 1ª pós graduação em Ciência da Informação no país. Criou o Catalogo Coletivo Nacional de Periódicos e depois o Programa de comutação Bibliográfica, ambos destinados à cooperação e intercambio entre instituições de informação cientifica e tecnológica. Inaugurou a 1ª revista de Ciência da Informação no Brasil. Em tempos de Internet criou em texto integral a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações com as universidades brasileiras, hoje com mais de 200 mil teses e dissertações. Investiu em sistemas e redes para disseminação de informações tecnologias para o micro e pequeno empresário como o SBRT. Transferiu ferramentas para editoração de revistas cientificas (SEER), envolvendo 1.300 instituições do país. Desenvolveu banco de dados para Avaliação do Ciclo de Vida de Produtos Industriais – ACV contribuindo com as políticas de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Investiu em serviços de informação, traduzindo em linguagem acessível textos científicos, visando à popularização da ciência por meio do Canal Ciência. Assumiu o desafio de enfrentar o passivo histórico do país com as populações marginalizadas e implantou diversas ações na área de inclusão social e digital, a exemplo do MCTI, que mantém uma secretaria de inclusão social. O IBICT atua de forma colaborativa com universidades e institutos de pesquisa, sintonizados com as demandas da sociedade da informação e do conhecimento.