Clique em Configurações de Cookies para usar este recurso.
Em seguida, clique em 'Permitir Todos' ou ative apenas os 'Cookies Publicitários'
Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Vitória
Esta petição foi encerrada
Para quem não voltava atrás, voltou!

Para quem não voltava atrás, voltou!

Vitória
Esta petição foi encerrada
32,164 assinaram. Vamos chegar a   50,000
32,164 Apoiadores

Samuel H.
começou essa petição para
Prefeito Fernando Haddad e Governador Geraldo Alckmin do Estado e Município de São Paulo

Quero agradecer a todos os que nos apoiaram divulgando esse lista virtual de assinaturas, sou realmente muito grato e isso é apenas o começo. A passagem de ônibus abaixou, mas queremos mais que isso. Peço mais uma vez o apoio de vocês, JUNTOS CONSEGUIREMOS TUDO, pois quando uma nação acorda, não há governo nenhum que conseguirá dormir.

Curta a nossa pagina do Facebook, saiba de nossas ideias e saiba que a sua causa é a nossa causa

"https://www.facebook.com/Implicytus"


Todo aumento é uma injustiça! Cada vez que a tarifa sobe, aumenta também o número de pessoas excluídas do sistema de transporte - em 2010, já eram 37 milhões de brasileiros que deixavam de usar o ônibus todo dia por não ter dinheiro. E não ter acesso ao transporte significa não ter acesso à cidade: dependemos da condução para ir e voltar do trabalho, escolas, hospitais, visitar amigos, etc.

Cobrar pelo uso do transporte - que deveria ser público - e ainda aumentar esse preço é uma escolha política pela exclusão, que só beneficia os cofres dos empresários de ônibus. Quando se trata de mobilidade urbana, o poder público continua investindo a maior parte em grandes obras viárias que só beneficiam o carro e não resolvem o problema do trânsito. Enquanto isso, a passagem continua subindo, atendendo às exigências dos empresas que exploram esse serviço.

É possível barrar um aumento! Nos últimos anos, a população de várias cidades do Brasil saiu às ruas para protestar e conseguiu forçar suas prefeituras a abaixar o preço da passagem. Aconteceu em Florianópolis, Porto Alegre, Vitória, Teresina, Natal, Aracajú e Taboão da Serra. E Goiânia barrou a poucos dias! Se eles conseguiram lá, podemos conseguir aqui também! Só falta São Paulo.

SE A TARIFA NÃO BAIXAR, A CIDADE VAI PARAR!
TODO AUMENTO É UMA INJUSTIÇA! POR UMA VIDA SEM CATRACAS!

[Movimento Passe Livre SP (MPL-SP): http://saopaulo.mpl.org.br/
mais informações sobre transporte: http://tarifazero.org/]
Postado: 13 junho 2013 (Atualizado: 14 abril 2015)