Ao continuar você está aceitando a Política de Privacidade da Avaaz, que explica como seus dados podem ser usados e como serão protegidos.
Entendi
Nós utilizamos os cookies para analisar como visitantes usam o site e para nos ajudar a fornecer para você a melhor experiência possível. Leia nossa Política de Cookies.
OK
Tratemos os Europeus ciganos como tratamos os restantes Europeus

Tratemos os Europeus ciganos como tratamos os restantes Europeus

524 assinaram. Vamos chegar a   750
524 Apoiadores

 

Complete a sua assinatura

,
Ao juntar-se a esta campanha você concorda em receber emails da Avaaz. Nossa Política de Privacidade protegerá seus dados - no link explicamos como eles serão usados. Você pode se descadastrar a qualquer momento.
Esta petição foi criada por José B. e pode não representar a visão da comunidade da Avaaz.
José B.
começou essa petição para
José Manuel Durão Barroso
Dada a perseguição sistemática de que foram alvo na Europa, desde o século XIV (a mais longa escravatura da história, na Roménia, de 1350 a 1860), tentativas sistemáticas de genocídio (pena de morte por ser cigano, caça aos ciganos, separação judicial dos casais, enviando os homens para os trabalhos forçados nas galés e as mulheres para o degredo colonial, roubo judicial dos filhos, antes dos 9 anos, para serem postos a servir, como orfãos, os 'europeus', assimilação forçada com destruição cultural, esterilização forçada, holocausto, etc.), os Europeus forçaram os ciganos a assumir uma cultura de sobrevivência, defensiva, acusando-os finalmente da sua própria marginalização. A ciganofobia generalizada é a forma própria do racismo europeu, jamais assumido, condenado e corrigido. É altura de condenar juridicamente a negação das tentativas de genocídio contra o povo cigano na Europa e de assumir um Plano de discriminação positiva semelhante ao que a Índia teve a coragem moral de activar para reenquadrar os seus tribais e intocáveis, conseguindo em 40 anos levar tribais à Presidência de Estados e um intocável à presidência da União Indiana.