Um novo plano para salvar o planeta

Para todos os líderes do G8 e G20:

Enquanto cidadãos preocupados ao redor do mundo, nós exigimos que os senhores honrem seus compromissos para acabar com o repasse de recurso proveniente de impostos pagos pelos cidadãos para a indústria de combustíveis fósseis e que dêem um passo adiante redirecionando este dinheiro para a energia limpa. Para poder salvar nosso planeta nós precisamos virar o jogo agora. Nós pedimos aos senhores que primeiro dêem o exemplo, e em seguida, coloquem o fim aos pagamentos poluidores no topo das prioridades globais da Rio+20.
 
Você já é um apoiador da Avaaz? só precisa preencher seu email e clicar "Enviar"
Primeira vez aqui? Por favor preencha o formulário.
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e lhe manter atualizado sobre essa e outras campanhas semelhantes.

Postado:  16 maio 2012
Neste fim de semana, os oito líderes mais poderosos do mundo irão se reunir no encontro do G8 e poderão entrar em acordo sobre um plano que poderia, literalmente, interromper as mudanças climáticas!

É incrível, mas atualmente, nossos governos dão cerca de 1 trilhão de dólares por ano dos nossos impostos para grandes empresas de petróleo e carvão destruírem nosso planeta.
Os principais líderes do mundo já concordaram em acabar com esses pagamentos poluidores, entre eles o presidente Obama, anfitrião do evento. Portanto, se exigirmos agora que eles cumpram suas palavras e redirecionem essa quantidade enorme de dinheiro para energias renováveis, de acordo com especalistas, nós poderíamos realmente salvar o planeta!

É algo tão óbvio que nossos líderes inclusive já entraram em acordo quanto a isso. Vamos manter a pressão sobre o presidente Obama, para que ele lidere as maiores economias do mundo a transformar esses subsídios poluidores em subsídios verdes. Assine a petição urgente à direita e compartilhe com todos seus amigos e familiares – uma campanha maciça neste momento pode forçar nossos líderes a transformar palavras em ação.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: