Fundos de Ajuda do Tsunami: Para Pessoas, Não Baleeiros

Ao Primeiro-ministro do Japão Yoshihiko Noda:

Apoiamos o povo japonês na recuperação do desastre e condenamos o uso de fundos de alívio humanitário para promover a indústria baleeira do Japão. Exigimos que o governo japonês retire imediatamente todos os subsídios para a caça às baleias, e em vez disso dê prioridade ao remanejamento imediato e assistência às famílias que ainda sofrem com os resultados do desastre nuclear e da tsunami.
 
Já participa da Avaaz? Basta digitar seu email:
Primeira vez? Por favor preencha o formulário:
Avaaz.org vai proteger sua privacidade e manter você informado sobre esta e outras campanhas semelhantes.

Postado:  12 dezembro 2011
Nesse exato momento, a frota baleeira japonesa está indo rumo ao sul para caçar milhares de majestosas baleias, escoltada por uma força de segurança privada de $30 milhões pagos com fundos para alívio do desastre do tsunami!

Defensores do movimento contra a caça de baleias conseguiram com sucesso bloquear essa atividade no Japão -- e é exatamente por isso que o governo japonês decidiu roubar recursos de ajuda humanitária para impedir os ativistas de atrapalharem os navios enquanto realizam esse brutal massacre.  

Se conseguirmos impedir a escolta da caça às baleias e levar os recursos de ajuda humanitária de volta para os cidadãos japoneses desesperados, que adoecem nos locais atingidos pela radiação, poderemos ajudar a acabar a caça às baleias de uma vez por todas. O primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, já está sob bastante pressão após fracassos escandalosos no que diz respeito à compensação de vítimas do desastre nuclear. Um protesto global massivo pode engatilhar uma revolta dentro e fora do Japão e forçar Noda a usar os preciosos fundos de ajuda para salvar pessoas, e não para matar baleias -- assine a petição à direita e encaminhe para todos.

Compartilhe nas redes

Clique para copiar: